Operação Cavalo de Tróia

IMG_0775[1]Terminei o 2º livro dos 9 volumes do best-seller mundial Operação Cavalo de Tróia, de J.J.Benítez. Sempre tive enorme curiosidade sobre a vida de Jesus, mas foi só na época do lançamento do último livro do autor que soube que sua obra era sobre fatos e acontecimentos da vida e época do Nazareno. Resolvi adquirir os 2 primeiros volumes no sebo, já que não estão mais nas livrarias.

O autor se coloca como responsável por cumprir uma missão: a de revelar ao mundo os documentos que chegaram a suas mãos. Ele diz ter recebido de um militar e cientista da Força Aérea norte-americana documentos que revelam a execução de uma experiência que lhe permitiu voltar no tempo e ser testemunha dos últimos dias de Jesus Cristo na terra. Essa experiência foi batizada pela NASA de “Operação Cavalo de Tróia” e teria sido realizada em 1973, em Israel. 

Os dois primeiros volumes relatam a viagem do major a bordo de um módulo projetado pela Força Aérea que volta no tempo até a Palestina do ano 30. No primeiro livro ele acompanha os últimos dias da vida de Jesus, Sua crucificação e as primeiras evidências de Sua ressurreição. No segundo, nos apresenta o conteúdo da gravação realizada durante a Última Ceia e relatos da segunda viagem para documentar as aparições de Jesus após Sua ressurreição e conversar com Maria.O primeiro livro tem muitas explicações técnicas sobre o mecanismo utilizado na volta ao tempo, o que me trouxe certa dificuldade em avançar. Esta questão foi ultrapassada após a página 87 e a decisão de ignorar as notas de rodapé. 

Os relatos dos encontros com Jesus são humanos, sensíveis e envolventes. Nos dois livros o leitor é reiteradamente levado a acreditar que as Sagradas Escrituras contêm erros e distorções dos fatos e que a Igreja Católica se distanciou muito da mensagem original de Jesus de Nazaré: a de que viver deve ser uma experiência afetiva e vívida de amor pelos outros, única forma de destruir os prejuízos gerados pela ignorância e que a fé é o caminho para a revelação da verdade e para abrir nossos olhos cegados pelas tradições.

Gostei muito! Não é um livro de gosto comum, mas para quem tem curiosidade sobre o tema ou gosta do gênero ficção. Vai para minha listinha de livros “Tudo de bom”!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s